Veja o que fazer na Cidades de Minas Gerais a galera mineira, com certeza tem o Ouro na mão, assim como se chama a cidade de Ouro Preto, tudo de mais Belo, assim como se chama a cidade de Belo Horizonte. 

Mas Minas Gerais não tem somente nome: de fato é um Estado cheio de beleza natural, cultura do Brasil, culinária espetacular e muita história e natureza.

Neste post, falaremos um pouco mais sobre algumas Cidades de Minas Gerais!

Como Chegar

Para chegar em todos os destinos, se você for de carro, recomendamos fazer o seu trajeto pelo aplicativo Mapeia

Neste aplicativo é possível ver os gastos com a gasolina, a quantidade de pedágio e qual estrada pegar. E claro, com aquela ajudinha do GPS. 

E já que estamos falando de facilidade em viajar, aproveite e baixe nosso aplicativo, com ele, você consegue fazer um controle dos gatos de todas as suas viagens, criar roteiros e muito mais!

Controle de gastos App para viajante
Controle de gastos App para viajante

Mariana

Mariana, a primeira cidade mineira, fica próxima a Ouro Preto (confira também o post O Que Fazer em Ouro Preto), é caracterizada pelas belas montanhas, com lindos rios, linda vegetação e sua arquitetura barroca. 

Mariana é uma cidade colonial, então obviamente há muitas atrações lindas de igrejas.

Como Chegar

Saindo direto de Belo Horizonte, você de deve pegar a BR- 356;

Saindo de São Paulo o melhor acesso é pela Rodovia Fernão Dias.

O Que Fazer

Praça Minas Gerais

Destaques para as igrejas gêmeas deste local, Igreja São Francisco de Assis e o Santuário de Nossa Senhora do Carmo, com certeza um ponto turístico e uma das mais famosas da cidade, considerada uma das sete maravilhas da Estrada Real e palco de cenas de novelas da TV.

Nesta Praça, ainda está localizada a antiga Casa de Câmara e Cadeia que se localiza no andar de baixo, os grandes portões da cadeia. A Praça ainda consta a réplica do pelourinho que tinha no local.

Com lindas arquiteturas barrocas, vale a pena visitar e prestigiar!

Trem Ouro Preto – Mariana

O trajeto entre Mariana e Ouro Preto é realizado em aproximadamente 1h e você pode admirar as mais belas características da cidade, como falamos no começo: as lindas montanhas e rios.

A velocidade do trem é boa o suficiente para que os turistas tirem belas fotos.

Você pode optar pelo vagão comum ou panorâmico com valores entre R$40,00 e R$80,00 (consulte os valores para maiores informações).

Localização: Estação de Mariana: Av. Manuel Leandro Corrêa, 135

Ruas Históricas

Essas ruas estão localizadas no Centro de Mariana, onde estão as maiores construções históricas e é preciso visitar essas ruas como a Rua Direita, Rua Frei Durão, Rua Dom Silvério e Rua Dom Viçoso.

A Rua Direita é a segunda mais antiga de Mariana e se encontra construções de arquitetura mais bem conservadas da Cidade.

Cachoeira do Brumado

Responsável por 3 lindas quedas d’águas, a cachoeira também conta com recentes construções históricas, mas também com antigas instalações como os moinhos de 1913, porém que estão em atividade até hoje.

Você também poderá aproveitar restaurantes, bares e playground.

O local é um pouco mais afastado de Mariana e o acesso é pela Rodovia dos Inconfidentes, seguindo pela MG – 262.

Diamantina

Como Chegar

O acesso é primeiramente chegando no Aeroporto de Belo Horizonte e para seguir viagem é possível ir de ônibus ou carro. O melhor caminho é pegar a BR-040.

Não se esqueça se for de carro, use Gps e o aplicativo Mapeia.

O Que fazer

Parque do Biribiri

Mais um lugar cheio de contato com a natureza, o Parque possui boas cachoeiras, ecoturismo e é um lugar muito tranquilo. Localizado na Serra do Espinhaço, Biribiri está bem pertinho do Centro de Diamantina.

Uma das melhores atrações é a Cachoeira da Sentinela, que tem como característica, um poço e uma pequena queda d’água e sem contar as lindas piscinas naturais.

A Vila Biribiri é uma pequena comunidade e é um ponto turístico com entrada gratuita! Na Vila é possível comer bem e tomar um banho no rio.

Comer bem é com o gordinho mesmo, então aproveite Minas Gerais e suas comidas!

Casa da Glória

Um lugar que serve para entender melhor a história da Cidade e sua geografia, é feita com uma arquitetura colonial e interligada por dois casarões.

Essa interligação é feita pelo cartão postal de Diamantina: um passadiço, pois lá já funcionou como um orfanato e educandário feminino, permitindo a locomoção mais fácil de uma casa para a outra.

O passeio na Casa tem um custo mínimo e é possível assistir um vídeo contando a história da Casa, que é muito extensa e possui áreas externas. Um passeio, onde é o maior símbolo da Cidade, cheio de conhecimento e história!

Localização: Rua da Glória, 298 – Diamantina

Centro Histórico de Diamantina

As principais atrações estão aqui. É considerada pela Unesco, como patrimônio colonial.

Desde casarões e museus, conservados até hoje, tem a característica de uma estrutura colonial.

Visite o Mercado Velho, o lugar onde acontece todos os sábados no período da manhã, a feira de Diamantina.

O comércio é feito por artesanatos, produtos e comidas típicas mineiras.

De noite o mercado Velho muda de cena: ganha espaço para a venda de comidas típicas mas com muita cachaça e música. Ah! Suas ruas são bem movimentadas e não esqueça de andar pelas ruas de pedra e aproveitar os eventos culturais que acontecem por lá. 

Rua da Quitanda

Essa rua é ótima para quem gosta de curtir a noite.

Composta por casas centenárias onde funcionam bares, restaurantes com a ótima comida mineira e também possui agências bancárias.

Muitos moradores e turistas procuram esse passeio e lá é onde também acontece um dos maiores eventos, entre Março a Outubro, o evento da Vesperata.

Conta com músicos tocando nas varandas e o público assistindo na rua.

Casa de Juscelino

A casa onde o ex-presidente Juscelino Kubitschek viveu em sua infância, é uma das mais famosas e hoje é um museu.

A entrada bem acessível (em torno de R$3,00, porém é bom conferir se o valor não atualizou), proporciona conhecer um pouco mais da história de Juscelino.

Dividida por dois casarões, possui documentações, documentações escolares, obras, objetos pessoais, recortes de jornais e uma área externa com um pé de jabuticaba, onde contam que Juscelino gostava de brincar. A arquitetura do lugar é tradicional. 

Casa de Chica da Silva

Chica, uma mulher que deixou de ser escrava após se relacionar com João Fernando de Oliveira.

Uma figura importante para a história do Brasil. Conta com a exposição de Marcel Ávila, possui um jardim pomar, sacadas e foi incluída na lista das Belas Artes do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Histórico Nacional.

Na vista da sacada, é possível ver a Igreja Nossa Senhora do Carmo e que Chica financiou para os escravos rezarem.

Diamantina oferece muitos lugares bacanas para visitar, como Igrejas, Capelas, povoados como o Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras, e o Museu do Diamante com objetos de época e que guarda a preservação do local, pontos que valem a pena ser visitados. 

Itajubá – Cidades de Minas Gerais

Como Chegar

Uma das maneiras de ir para Itajubá saindo de Belo Horizonte é pela rodoviária.

Saindo de São Paulo de ônibus, embarque na rodoviária do Tietê.

O Que Fazer – Cidades de Minas Gerais

Cachoeira

Falar de Itajubá, é falar sobre cachoeiras. 

O local é recheado das mais impecáveis belezas naturais, se tornando a grande riqueza da cidade e você pode visitar:

Cachoeira do Ano Bom, uma das mais populares e boa para tomar aquele agradável banho de cachoeira.

Cachoeira dos Ninho da Águia, com quedas d’águas que formam ilhas e contam com restaurantes, passeios de trilhas e piscinas de mina.

Cachoeira Serra dos Toledos, com uma vista encantadora, entre outras.

Artesanato

Uma cidade conhecida por seu artesanato criativo e com muitas opções, você encontrará feiras de artesanato, desde crochê e bijuteria até esculturas e ervas medicinais! 

Cidade Aventureira

Outro fator positivo de Itajubá, são seus pontos de escalada, montanhas e ótimas trilhas para se aventurar e pode ser conferido, visitando trilhas para a Pedra Aguda, Pedra Vermelha e Pedra da Piedade.

Vale a pena fazer trekking nas montanhas de lá.

Belo Horizonte – Cidades de Minas Gerais

E por último, mas não menos importante, vamos falar um pouco sobre uma das maiores cidades de Minas Gerais!

Como Chegar – Cidades de Minas Gerais

Para quem vem de carro temos as opções da BR-381, vindo de São Paulo, BR-262 vindo do Espírito Santo, da BR-040, para quem chega do Rio de Janeiro e também de Brasília.

De avião a entrada é chegando pelo Aeroporto de Confins.

As opções de ônibus também são fáceis saindo de São Paulo e Rio de Janeiro.

O Que Fazer – Cidades de Minas Gerais

Mercado Central

Considerado um dos melhores mercados do mundo, o Mercado Central tem muita comida típica mineira, muito queijo, cachaça da roça, temperos, aromas, artesanatos, restaurantes e em torno de 400 lojas.

É o favorito de Belo Horizonte e PRECISA ser visitado se o destino for Belo Horizonte. Experimente o prato tradicional de fígado com jiló. 

O Mercado também foi pensado no acesso aos PCD, pois possui rampas e elevadores para locomoção.

Ficou curioso e quer saber mais antes de visitar? Confira o site do mercado e se surpreenda, nele possui até um mapa de todo o local: http://mercadocentral.com.br/.

Localização: Av. Augusto de Lima n° 744 – Centro.

Lagoa da Pampulha 

Dois pontos positivos: Entrada gratuita e funcionamento 24h. Mais um cartão postal de Belo Horizonte. O passeio é imperdível e você pode passear de bicicleta, caminhar, comer ao ar livre e conta com um cenário para tirar belas fotos.

A Lagoa fica na Av. Otacílio Negrão de Lima, s/n. Visite o Museu de Arte da Pampulha, localizado na Av. Otacílio Negrão de Lima, n°16585, com mais de 1.000 obras, 40.000 acervos de livros, pinturas e outros itens e um projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer.

Outra atração é a Casa do Baile, que fica aos arredores da Lagoa na Av. Otacílio Negrão de Lima, n° 751, uma ilha artificial pequena e que antigamente era uma casa de dança e restaurante, mas hoje em dia é o Centro de Referência de Urbanismo e Design, cujo intuito é guardar toda a história da cidade. 

As entradas no Museu e na Casa do Baile são gratuitas.

Praça da Liberdade

Vamos começar falando de uma coisa que ainda não vimos em Belo Horizonte. Se você gosta de Astronomia, vai adorar o Terraço Astronômico, que através de telescópios você tem uma observação celeste.

O Planetário, com um conjunto de projetores de imagens, dá a possibilidade de você visualizar o céu em qualquer lugar do planeta e em qualquer espaço de tempo, presente, passado e futuro. 

Também um espaço livre ao público é composto por 16 Instituições, transformado em espaço cultural. Aberto 24h, entrada gratuita e localizado na Praça da Liberdade em Savassi.

Memorial Minas Gerais Vale

As duas principais atividades de economia de Minas estão em acervos no Museu, a mineração e a metalúrgica. São em torno de 44 atrações divididas em salas, para você também entender o desenvolvimento mineiro e tendo o principal intuito de conscientizar economicamente e socialmente.

Aproveite também para tomar um café no local.

Entrada gratuita e localizada na Praça da Liberdade, s/n no Prédio Rosa.

Savassi

O point para quem gosta de bons bares e restaurantes maravilhosos com comida mineira. Na Praça da Savassi, é possível encontrar esses locais com mesas nas calçadas e opções diversas.

Uma curiosidade: Savassi é o melhor local para se hospedar em Belo Horizonte.

Mirante dos Mangabeiras

Com uma visão especial e privilegiada da Cidade, o Mirante é mais um dos mil pontos exuberantes de MG. O ponto é especial, pois é considerado uma conservação ambiental. O Parque tem o objetivo de preservar a fauna e a flora da natureza.

Fica na Rua Pedro José Pardo, n° 1000 em Mangabeiras e a entrada é gratuita

Parque de Diversão Guanabara

Entretenimento para qualquer idade, o Parque de Diversão possui, montanha- russa, carrossel e uma das maiores rodas gigantes da América Latina, De quebra, na roda gigante, o visitante tem uma linda vista da Lagoa da Pampulha.

Tem bons restaurantes e lanchonetes, fora o espaço para os casais românticos.

As atrações estão com preços acessíveis entre R$4,00 e R$7,00. Idosos acima de 60 não pagam. O Parque fica na Av. Otacílio Negrão de Lima, n° 3333 em Pampulha.

Poderíamos listar mais um trilhão de lugares para visitar em Minas Gerais, pois a cidade por completo, sempre foi uma das mais ricas de conteúdo e lazer do Brasil.

Temos uma mistura de pontos turísticos, pontos históricos e culturais, sempre ricos em belezas e paisagens naturais.

Os mineiros tem muito ouro e riqueza com toda a certeza. Visitar Minas Gerais (sendo qualquer ponto) não deixará a desejar para quem gosta de viajar e visitar lugares maravilhosos!

Pin It on Pinterest